“A importância dos cuidadores no acolhimento reparador de crianças e jovens” debatida em Esposende

No Centro Social João Paulo II, em Apúlia, debateu-se hoje “A importância dos cuidadores no acolhimento reparador de crianças e jovens”. A iniciativa foi promovida, no âmbito da Rede Social de Esposende, pela ASCRA – Associação Social Cultural e
Recreativa de Apúlia, com o apoio da Câmara Municipal de Esposende e do Centro Social João Paulo II.

 
esposende


A ação contou com participação de João Pedro Gaspar, especialista privilegiado na área do acolhimento residencial, e visou capacitar as equipas com conhecimentos para melhor desempenharem o seu crucial propósito e a qualidade da resposta às necessidades individuais de cada criança ou jovem.

 
 


Desde a sua inauguração, em 2003, o Centro de Acolhimento Temporário Emília Figueiredo da ASCRA já recebeu mais de duas centenas de processos de promoção e proteção, acompanhando as crianças e jovens em risco, bem como as suas famílias, e definindo para todos projetos de vida securizantes e adequados às suas necessidades.


As rápidas mudanças sociais com a emergência de novas problemáticas sociais e a transformação do perfil das necessidades existentes impõem uma qualificação das respostas sociais, em novos formatos e modelos técnicos de intervenção, mais diferenciada e com maior especialização. Atualmente, são cada vez maiores as exigências quanto à qualidade e à natureza dos serviços prestados, pelo que as
organizações de Economia Social necessitam de profissionais altamente qualificados, que lhes permitam afirmar-se no tecido socioeconómico, sendo necessário que as respostas surjam de forma organizada e que sejam mais eficazes e focalizadas.

 
 


Neste contexto, este debate pretendeu ser um momento interativo para promover a discussão, debate e reflexão, a partir da partilha das experiências e das dificuldades com que os cuidadores se deparam no dia-a-dia na casa de acolhimento Emília Figueiredo,
sendo que foi estendido o convite a cuidadores de casas de acolhimento da área geográfica da ASCRA.

Comentários

comentários

 

Você pode gostar...