Abriu a 39ª Mostra Nacional de Artesanato e Cerâmica de Barcelos

Foi inaugurada oficialmente, esta última sexta-feira, dia 29 de julho, pelas 18 horas, a 39ª edição da Mostra Nacional de Artesanato e Cerâmica de Barcelos. No tradicional cortejo de abertura, que percorre todos os stands, o vice-presidente da Câmara Municipal, Domingos Pereira, acompanhado da restante vereação, cumprimentou um a um todos os artesãos e, agradecendo-lhes a presença, desejou-lhes boas vendas e muito sucesso. “Estamos empenhados em apoiar e divulgar o que de melhor Barcelos tem, e todos sabemos que no artesanato Barcelos é imbatível”, declarou o autarca.

 


A Mostra deste ano reúne cerca de cento e trinta expositores, de norte a sul do país, que encontram no Parque da Cidade do Galo uma excelente oportunidade de divulgar e comercializar os seus produtos artesanais. O certame, que se prolonga até ao dia 7 de agosto, pretende valorizar os produtos da terra e o trabalho dos artesãos barcelenses, pois, mais que artistas da atualidade, são repositórios da memória comum e de um saber-fazer muito nosso. Sublinhe-se que nesta mostra participam cerca de 70 artesãos barcelenses.
Fazendo jus ao título de Barcelos Cidade Criativa da UNESCO, a Mostra de Artesanato e Cerâmica é uma verdadeira montra viva de produtos artesanais das artes e ofícios locais. Desde o trabalhar o barro – olaria e figurado -, à cestaria, bordados e linhos, passando pelos trabalhos em madeira e em cobre, artigos em pele e têxteis, até ao artesanato contemporâneo e joalharia, estes são alguns dos exemplos da atividade artesanal que poderá ser apreciada no decorrer do certame.

 
 


Programa de animação musical todas as noites: destaque para Gisela João, Miguel Araújo, Sons do Minho

Além da Mostra propriamente dita, esta iniciativa conta com um vastíssimo e diversificado programa de animação. Desde logo, hoje, no palco principal, há Folclore Rio – com grupos de Angola, Chile e Indonésia. No sábado, 30 de julho, uma grande artista da terra, Gisela João, faz as honras da casa, num concerto há muito ansiado pelos seus milhares de fãs. No domingo e segunda-feira, há de novo Folclore Rio, desta feita com grupos de Porto Rico e da Ilha da Madeira, Burundi, Roménia e Canadá. Já na terça-feira, é a vez de subir ao palco a escola “Guitarras de Manhente”, e, na quarta-feira, há Serenatas académicas pelas tunas do IPCA. Na quinta-feira à noite, a animação fica a cargo do “Sons do Minho”, num espetáculo que promete mobilizar todos os que gostam da música popular da região, enquanto, na sexta-feira, o grande destaque vai para o concerto do inconfundível Miguel Araújo que subirá ao palco principal da Mostra para um concerto que não vai deixar ninguém indiferente.

 
 

À entrada do fim de semana, sábado, a animação fica por conta do espetáculo de dança da ARCA e a mostra fecha no domingo à noite com a gala do Artesanato que visa distinguir artesãos locais em diversas modalidades. Esta Gala terá a participação especial dos The Classic.

Folclore, gastronomia e … mãos ao barro

 


Com a Mostra a estar aberta todos os dias da semana (segunda a sexta-feira, das 18h às 24 horas, e aos fins de semana, das 16h às 24 horas), a organização do evento preparou um programa de atividades que possibilita a ocupação do tempo de estada no recinto da melhor maneira. Assim, todos os dias pode jantar ou simplesmente petiscar nas tasquinhas de comida regional no recinto da Praça da Alimentação, assistir e participar nas arruadas de folclore, meter as mãos no barro nos workshops criativos, ou simplesmente fazer compras nos stands dos artesãos ou no mercado dedicado à gastronomia e vinhos.


Para quem gosta de experiências novas e pretende ir mais além do que visitar e comprar produtos artesanais, então nada melhor do que participar num dos diversos workshops criativos. Logo no primeiro dia, avança o workshop de Figurado com a reconhecida Júlia Cota; no sábado é a vez de Mário Coutinho ensinar como se pinta um galo e, no domingo, o oleiro João Lopes mostra como moldar uma peça, e António Ramalho ensina-lhe a meter as mãos no barro e a produzir um boneco de Figurado. Entretanto, segunda-feira, o workshop criativo conta com a presença de Abílio Pereira, em Cestaria, e a mestria de João Lourenço, na Olaria; enquanto, na terça-feira, Glória de Jesus mostra como se faz Bordado de Crivo e a artesã Conceição Sapateiro ensina a fazer Figurado de um pedaço de barro. Já, na quarta-feira, Bernardino Coelho mostra como se trabalha em Madeira, e Mina Gallos demonstra a pintura de galos. Segue-se, na quinta-feira, Rosália Abreu na pintura de galos, e Daniel Alonso a mostrar como se trabalha no barro. Os workshops criativos continuam na sexta-feira com Luísa Pereira a demonstrar como de papel se podem fazer belas peças e, no sábado, cabe a vez a Júlio Ferreira de mostrar o trabalho em Ferro, e a Conceição Messias demonstrar a modelação de Figurado. O ciclo de workshops fecha com a presença de Maria da Conceição Dias Pereira a trabalhar em tecelagem.

 


Certame encerra com Gala de Homenagem aos artesãos barcelenses


A 39ª Mostra Nacional de Artesanato e Cerâmica de Barcelos reservou para o dia de encerramento – domingo, 7 de agosto, às 22 horas, um dos momentos mais emblemáticos do certame: a realização da “Gala do Artesanato”, iniciativa que pretende homenagear os artesãos barcelenses, sendo atribuídos os prémios “Inovação”, “Revelação Artesanato Contemporâneo”, “Revelação Artesanato Tradicional”, “Prémio Carreira”, e melhor “Stand da Mostra”.

Comentários

comentários

Você pode gostar...