Adelina Pinto apresentou em Bruxelas o modelo urbano e ambiental de Guimarães

A vice-presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Adelina Pinto, participou em Bruxelas como oradora num fórum de política urbana no qual explicou o modelo de desenvolvimento urbano do Município de Guimarães, centrado, especialmente, no papel das pequenas e médias cidades e na importância de construir um modelo de planeamento e de desenvolvimento do território, sempre de forma sustentável.

 
guimaraes

Guimarães candidatou-se a Capital Verde Europeia em 2017, tendo ficado nas lista das cinco cidades mais pontuadas e vai a repetir a candidatura em 2023. Este é um galardão instituído e gerido pela Comissão Europeia que visa reconhecer as cidades que melhor cuidam do ambiente e do meio vital dos seus habitantes.

 
 

O prémio analisa indicadores como o transporte municipal, as áreas urbanas e verdes que incorporam um uso sustentável da terra, a qualidade do ar e da água e da sua poluição acústica.

Além disso, a cidade de Guimarães encontra-se na lista de 100 cidades da União Europeia que participam na “Missão a 100 cidades inteligentes e climaticamente neutras para 2030”. Estas cidades terão a oportunidade de trabalhar em rede, intercambiar melhores práticas entre cidades e apoio para envolver os cidadãos na consecução dos objetivos da Missão.

 
 

Devido à pandemia, os programas europeus 2021-2027 sofreram uma paralisação e grande atraso. Portanto, é nestes momentos quando as cidades apresentam em Bruxelas os seus projetos e experiências mais inovadoras, sobretudo, aquelas iniciativas relacionadas com o desenvolvimento de política urbana que possam ser objeto de financiamento.

Comentários

comentários

 

Você pode gostar...