Arranca hoje evento que leva a Fafe Jorge Palma, Adolfo Luxúria Canibal e B Fachada

Devido às condições meteorológicas previstas, organização foi obrigada a alterar locais dos espetáculos, que acontecerão em espaços fechados da cidade de Fafe

 

De 3, 4 e 5 de junho, Fafe recebe o Caleidoscópio – projeto cultural que une os municípios de Fafe, Guimarães, Braga e Barcelos – e cuja programação conta com espetáculos de Jorge Palma, Criatura, B. Fachada, Joana Gama, El Señor, Luís Severo, Maria Reis, Sunflowers, Ensemble Caleidoscópio e Krake + Adolfo Luxúria Canibal. Todos os espetáculos são de de acesso livre e estavam pensados para decorrer no exterior. Porém, devido às condições meteorológicas que preveem chuva para o fim da semana, a organização acaba de acionar o plano b, que redireciona os espetáculos para espaços fechados também eles de elevado interesse e relevo na cidade.

 
 

A programação arranca às 18h00, com uma talk dedicada ao tema “Há fronteiras na Cultura?”, que terá lugar no foyer da Sala Manoel Oliveira, no Teatro Cinema de Fafe. A noite de dia 3 reserva três concertos: B. Fachada (às 21h30 no Teatro Cinema), Criatura (no Teatro Cinema, às 22h45) e El Señor ( no Café Avenida, às 00h30). A tarde e noites de 4 de junho, sábado, oferecem seis espetáculos imperdíveis. A tarde arranca na Sala Manoel Oliveira com Joana Gama (15h00) e Luís Severo (16h30), seguindo-se a atuação do Ensemble Caleidoscópio (18h00) no Teatro Cinema. A noite abre com o mítico Jorge Palma no Teatro Cinema (21h30), seguindo-se, no Café Avenida, os espetáculos de Maria Reis (23h30) e Sunflowers (01h15).
O projeto Caleidoscópio despede-se da cidade de Fafe, no domingo, 5 de junho, com o espetáculo de Krake + Adolfo Luxúria Canibal, no Palco Casa do Penedo (Casa do Penedo – Moreira de Rei), às 16h30.

O que é o projeto Caleidoscópio?

 
 

O projeto Caleidoscópio resulta de um processo de trabalho desenvolvido pelas cidades de Barcelos, Braga, Fafe e Guimarães e tem por objetivo promover, valorizar e elevar a notoriedade dos espaços e lugares destes territórios. O Caleidoscópio é um instrumento que permite um novo olhar visual e sonoro sobre experiências musicais, performativas e de artes visuais, apresentando propostas de programação contemporâneas e atuais, de acesso gratuito. O projeto pretende promover e dinamizar os bens culturais e turísticos, através de iniciativas artísticas e culturais, por forma a aumentar a atratividade do território no âmbito do turismo cultural.

Comentários

comentários

 

Você pode gostar...