Arrancaram as obras da nova centralidade na Vila de Serzedelo em Guimarães

As obras de requalificação da nova centralidade na Vila de Serzedelo arrancaram esta semana, com objetivo de proporcionar uma melhor qualidade de vida à população local, através da requalificação do espaço público onde se pretende impulsionar a recuperação da qualidade ambiental do espaço.

 
Serzedelo Guimarães
DCIM100MEDIADJI_0348.JPG

Esta intervenção visa a criação de uma nova centralidade para a Vila de Serzedelo, através da beneficiação da circulação viária e inserção de mecanismos que permitam a redução de tráfego e a melhoria na mobilidade, reaproximando as pessoas à zona central.

 
 

O presente projeto visa resolver os constrangimentos na saída da autoestrada ao repavimentar a via de acesso até à entrada da A7, a execução de rotunda na chegada à EN310, assim como a implementação de passeios na maior parte do percurso e criar a via de ligação ao centro da freguesia, com implementação da “Zona 30” na área do Centro Cívico, junto à Igreja de Santa Cristina de Serzedelo. Grande parte da área de intervenção apresenta carências ao nível das infraestruturas, pelo que serão executadas novas infraestruturas, drenagem de águas pluviais, abastecimento de água, saneamento, e de eletricidade pública, melhorando o quotidiano dos residentes e utilizadores.

A requalificação do Centro Cívico de Serzedelo é definida, também, como uma oportunidade para dignificar o património local como a envolvente da Igreja de Santa Cristina de Serzedelo, tornando o atravessamento num momento de contemplação e constatação deste Património.

 
 

Será criada uma pequena praça na frente do cemitério antigo, com extensão de passeios nesta zona central para usufruto da comunidade. Junto à escadaria da Capela do Senhor do Calvário propõe-se, também, a ampliação do espaço pedonal, impondo limites definidos à via destinada à circulação de veículos.

Com a finalidade de aumentar a área de lazer, será criado um espaço para apoio das festividades da freguesia, com colocação de bancos em granito como uma extensão do pavimento, com o objetivo de dotar o espaço da Capela do Senhor do Calvário de condições para ser vivido e apropriado por parte dos habitantes, dando nova vida a este espaço, ainda com a criação de um jardim, permeável e arborizado, com exemplares de várias espécies arbóreas.

 

A obra tem o prazo de execução de um ano, num investimento de 2.198.821,78€ (acrescido de IVA). A empreitada será executada em quatro fases, apelando-se à população a melhor compreensão e colaboração dado que haverá alguns constrangimentos de trânsito, sendo previamente comunicados, para uma melhor coordenação.

Comentários

comentários

 

Você pode gostar...