Autarquia da Póvoa de Lanhoso e EB Gonçalo Sampaio formalizaram apoio ao Clube da Ciência Viva

O Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Frederico Castro, e a Diretora da Escola Básica Gonçalo Sampaio, Luísa Rodrigues, assinaram um protocolo de colaboração no âmbito do Clube da Ciência Viva, sedeado naquele estabelecimento. “Estou muito satisfeito com o trabalho que as escolas do Concelho desenvolvem ao nível da educação ambiental. Reconhecemos que fazem um trabalho excecional”, salientou o autarca Povoense.

 

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso é uma das várias entidades envolvidas com a Escola na execução do projeto agora apresentado e que prevê, de entre outras ações, a criação do Bosquete Lab, um espaço de biodiversidade e de sustentabilidade. “Somos parceiros da EB Gonçalo Sampaio e apoiamos no cumprimento de algumas das metas definidas em função desse mesmo protocolo. Antecipamos que este Clube terá um impacto extremamente importante quer na comunidade escolar quer na Póvoa de Lanhoso e no futuro de todos nós”, acrescentou Frederico Castro, que esteve acompanhado nesta assinatura pela Vereadora da Educação, Fátima Moreira.

 
 

Para além da Autarquia da Póvoa de Lanhoso, colaboram entidades como as Juntas de Freguesia do Concelho, o Centro de Interpretação do Carvalho de Calvos, a Braval, a Escola de Ciências da Universidade do Minho, o Centro de Ciência Viva de Guimarães e a Biotake.

A formalização do protocolo, na tarde de 3 de junho, decorreu no auditório da Escola Básica Gonçalo Sampaio. Já no exterior, assistiu-se à libertação de uma águia de asa redonda, instantaneamente batizada “Ciência Viva”. Este momento foi orientado pelos representantes do Centro de Recuperação da Fauna Selvagem do ICNF e da GNR presentes no local e mereceu os aplausos da comunidade escolar e convidados.

 
 

No final, o Presidente da Câmara Municipal, Frederico Castro, ainda visitou a exposição de trabalhos do concurso de ideias desenvolvido já no âmbito do Clube da Ciência Viva e que visa a escolha do logotipo que melhor traduza as seguintes premissas: interdisciplinaridade; mobilizar múltiplas literacias; trabalho prático, laboratorial e experimental; inovação das metodologias e estratégias; recuperar experimentando; consciência ambiental; trabalho colaborativo; e valores inclusivos.

Comentários

comentários

 

Você pode gostar...