BAITS do Politécnico de Viana do Castelo será “mais um bom exemplo” para a região

O Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC) tem sido “um parceiro absolutamente estratégico” e, por isso, a Secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade, Rosa Monteiro, acredita que o BAITS – Business, Art, Innovation, Technology, Sustainability – será “mais um bom exemplo” para a região. Na cerimónia de apresentação do projeto, que surge no alinhamento com o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), as prioridades Norte 2030 e a Estratégia Alto Minho 2030, o presidente do IPVC assumiu “o compromisso institucional” na componente da cidadania e da igualdade. Carlos Rodrigues aplaudiu “o trabalho meritório” que a instituição tem percorrido de forma “consistente e continuada”.

 
IPVC Edifício

O projeto de cerca de quatro milhões de euros vai disponibilizar, entre outros, formação pós-graduada em regime presencial, à distância ou num regime misto, permitindo a qualificação do tecido empresarial de forma a tornar a região mais competitiva no mercado global. A Secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade começou por agradecer ao Instituto Politécnico de Viana do Castelo por estar de forma “tão empenhada” a trabalhar nestas áreas de intervenção, envolvendo todos os parceiros.  “A igualdade não existe se só falarmos dela nos grandes centros, a aposta na territorialização destas políticas e o trabalho em rede, envolvendo as competências tecnológicas e científicas da região, são absolutamente fundamentais”, defendeu a Secretária de Estado, elogiando a forma “articulada” com que se trabalha nestas redes territoriais. Para Rosa Monteiro, este novo projeto do IPVC contribuirá “para a importante e fascinante experiência do ensino da Cidadania nas escolas”.

 
 

A par da vertente científica, o presidente do Politécnico de Viana do Castelo vê com “regozijo” a forma como a instituição tem vindo a assumir as temáticas relacionadas com a responsabilidade social.” Estas questões estão já no ADN da academia que as faz de forma espontânea e vejo isso com satisfação”, sublinhou Carlos Rodrigues, destacando aqui as atividades de voluntariado, o acompanhamento a pessoas idosas ou até o desenvolvimento de aplicações para pessoas cegas. “Temos um compromisso institucional e estamos cá para responder aos desafios lançados pela própria comunidade”, assegurou o presidente, admitindo que tem sido feito “um trabalho meritório”. O presidente garantiu que a instituição “vai continuar a fazer este caminho”.

Também o presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, Luís Nobre, deu os parabéns ao IPVC que “tem cumprido a missão com distinção”, confessando que “é bom sentir que as coisas acontecem naturalmente e de forma consistente”. O Município, garantiu o autarca, está disponível para continuar a colaborar. “Estamos sempre atentos e temos aqui parcerias efetivas no âmbito da tecnologia, da ciência e da operacionalização. Temos atores ativos no terreno para encontrar soluções. O objetivo passa  por termos não só coesão territorial, mas também social”, evidenciou.

 
 

Na apresentação do BAITS, a vice-presidente da Federação Académica do IPVC, Rita Rodrigues, deu os parabéns pelo projeto, acreditando que “vai permitir o crescimento individual e coletivo e dar mais visibilidade a Viana do Castelo e ao IPVC”.

Nova Escola de formação Pós-graduada e Ano Zero IPVC são algumas das novidades

 

Através do BAITS, o IPVC vai disponibilizar programas de formação, integração, apoio, aconselhamento e orientação para jovens e adultos ativos. Para o público mais jovem serão criadas escolas de verão, semanas Steam e o ano zero para além de novos cursos técnicos superiores profissionais. Já para o público adulto serão disponibilizados cursos de pós-graduação, mestrados e formações de curta duração.

De destacar que o BAITS-IPVC terá formação nas áreas STEAM e Programas de Mentoria para jovens do ensino secundário e profissional e formações especializadas dirigidas a adultos e organizações da região que pretendam apostar na formação dos seus quadros.

 

Ainda no âmbito do projeto BAITS, o Politécnico de Viana do Castelo vai ministrar novas formações de curta duração e pós-graduação na Alto-Minho Business School -Escola de Pós-graduação do Alto-Minho, a nova escola virtual do IPVC.

Comentários

comentários

Você pode gostar...