BCE anuncia maior subida de sempre nas taxas de juro

O Banco Central Europeu (BCE) anunciou esta quinta-feira a maior subida de sempre nas taxas de juro: 75 pontos-base (três quartos de ponto percentual).

 
BCE
BCE

Um aumento que incide sobre as três taxas de juro diretoras do BCE e é o segundo consecutivo deste ano.

 
 

A taxa de juro das principais operações de refinanciamento passa de 0,50% para 1,25%, a taxa aplicável à facilidade permanente de cedência de liquidez de 0,75% para 1,50% e a taxa aplicada à facilidade permanente de depósito de 0% para 0,75%.

Esta subida tem efeitos a partir de 14 de setembro.

 
 

Segundo comunicado o banco central, divulgado após a reunião do Conselho de Governadores “Este passo importante antecipa a transição do nível extremamente acomodatício prevalente das taxas de juro diretoras para níveis que assegurarão um regresso atempado da inflação ao objetivo de 2% a médio prazo estabelecido pelo BCE”

Este é o maior aumento de sempre desde a implementação do euro.

 

O BCE confirma, também no comunicado, que as “taxas de juro vão continuar a subir“, já que a inflação “continua demasiado elevada e é provável que continue acima do objetivo por um período prolongado”.

As novas previsões para a inflação, divulgadas também esta quinta-feira, são de um aumento dos preços de 8,1% em 2022, 5,5% em 2023 e 2,3% em 2024 – ou seja, nem mesmo em 2024 o BCE acredita que a inflação ficará no objetivo de médio prazo.

 

Comentários

comentários

Você pode gostar...