Quantcast
 

Biblioteca Municipal de Vila Verde exibe exposição sobre jovens e adultos com necessidades especiais em ação

A Biblioteca Municipal Professor Machado Vilela, em Vila Verde, abriu hoje ao público a exposição “Retratos de uma Viagem Videográfica”, resultado de um trabalho que envolveu cerca de 300 jovens e adultos com necessidades especiais dos centros de atividades e capacitação para a inclusão da região do Cávado.

 
inclusão

A presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, Júlia Rodrigues Fernandes, salientou a importância da iniciativa para chamar a atenção sobre as aptidões e competências de pessoas com deficiências ou necessidades especiais.

 
 

Desenvolvida no âmbito do programa INPulsar – “Cultura para todos” da CIM Cávado, a exposição com imagens da autoria de Manuel Correia mostra jovens e adultos em ação sob contextos caraterísticos dos diferentes concelhos do Cávado, com os trajes minhotos a marcarem o trabalho dos Lenços de Namorados e do linho, assim como da olaria e do sargaço à beira-mar.

Numa visita à exposição – que contou com a participação de utentes e responsáveis da APPACDM e parceiros do projeto “Cultura para todos” –, Júlia Fernandes enfatizou a necessidade e a importância da inclusão, enquanto fator indispensável para o desenvolvimento e a valorização da qualidade de vida da toda a comunidade.

 
 

“A inclusão é uma prioridade social que tem de ser praticada e vivida por todos de forma contínua e permanente”, defendeu. A presidente da Câmara alertou que “a sociedade em geral ainda tem muito a ganhar com a adaptação da realidade e a integração de pessoas com necessidades especiais”.

A exposição “Retratos de uma Viagem Videográfica”, que já esteve patente no Altice Forum em Braga e vai percorrer todos os municípios da CIM Cávado, faz parte do conjunto de trabalhos desenvolvido pela “Mosaico, plataforma de projetos inclusivos artísticos e educativos”, em que os participantes foram desafiados a partilhar aptidões e competências em diferentes áreas, num registo em vídeo.

 

O INPulsar arrancou em junho de 2021 e foi cofinanciado pelo Programa Operacional Norte 2020 e pelo Fundo Social Europeu em 85%. É dinamizado pela CIM Cávado e envolve os municípios de Vila Verde, Amares, Barcelos, Braga, Esposende e Terras de Bouro.

Comentários

comentários

 

Você pode gostar...