Cerca de 100 alunos participaram em périplo pelo Energizarte

Cerca de uma centena de alunos das escolas secundárias do concelho de Braga participaram num périplo de visitas guiadas às obras de arte do projeto ´Energizarte´, no âmbito do projeto de Arte Pública Fundação EDP.

 

O roteiro artístico decorreu entre 12 e 16 de Maio e percorreu as obras de arte intervencionadas nos postos de transformação e dois murais, nas freguesias que receberam o projeto: Padim da Graça, Merelim S. Paio, Panoias e Parada de Tibães; Palmeira e Crespos e Pousada, numa iniciativa do Município de Braga e Fundação EDP.

 
 

Refira-se que o projeto Arte Pública Fundação EDP pretende implementar residências artísticas de arte pública em meio rural, particularmente em territórios de baixa densidade, como instrumento de inclusão social, envolvendo a população local, em particular a franja que se encontra em situações de risco e/ou de exclusão social, promovendo o acesso à arte e aumentando a auto-estima da comunidade local.

Para a concretização deste objetivo, o ‘Energizarte’ combinou várias linguagens artísticas, num processo participativo em que os artistas planearam e implementaram, em conjunto com a população local, intervenções artísticas que tiveram por base o património cultural, as tradições locais e situações sociais concretas. Desta forma, incorporam-se diferentes estímulos numa nova relação com o espaço e o contexto envolventes, únicos e intransmissíveis.

 
 

O nome Energizarte surgiu, precisamente, pela convicção de que a arte é um instrumento extremamente poderoso que tem o condão de energizar as pessoas que com ela entram em contacto e que as faz alargar os horizontes de vida.

Comentários

comentários

 

Você pode gostar...