“Espaço e Movimento” reforça laços de amizade entre as cidades de Londrina e Guimarães

A escultura, da autoria de Zanzal Mattar, foi doada pelo Município de Londrina, cidade do estado brasileiro do Paraná geminada com Guimarães.

 

O Município de Londrina, em apreço pelo Convénio de Amizade e Cooperação assinado em 22 de abril de 1987, doou ao Município de Guimarães a obra “Espaço e Movimento”, da autoria do escultor Zanzal Mattar, uma escultura em aço, com 1,90m de altura, que pode ser visitada na Praça Londrina, junto à Avenida de Londres.

 
 

“Espaço e Movimento” pretende representar o lavrador em Londrina, uma cidade onde a agricultura é um setor forte da economia, ainda bastante presente no seu quotidiano, sobretudo as culturas de trigo, milho e soja.

A doação desta obra de arte, que pertencia ao acervo do Museu de Arte de Londrina, é um ato que pretende reforçar os laços de amizade e de cooperação mútuos, numa altura em que as duas cidades estão empenhadas em pôr em prática um conjunto de iniciativas de cooperação cultural e económica.  A esse propósito, João Luiz Martins Esteves, Secretário do Governo e Procurador-Geral do Município de Londrina, deslocou-se a Guimarães para participar nas comemorações da Batalha de S. Mamede, Dia 1 de Portugal, em representação do Prefeito de Londrina, Marcelo Belinati Martins, tendo realizado contactos tendentes ao reforço da cooperação entre as duas cidades.

 
 

A inauguração oficial da escultura terá lugar no próximo mês de setembro e cumprirá ainda dois outros objetivos: objetivos: assinalar os 200 anos da independência do Brasil e os 100 anos do voo transatlântico de Gago Coutinho e Sacadura Cabral, que partiu de Belém, em Lisboa, no dia 30 de março de 1922, rumo ao Rio de Janeiro.

Comentários

comentários

 

Você pode gostar...