Incêndio seguido de explosão faz seis feridos incluindo bombeiros e militares da GNR

Um incêndio seguido de várias explosões provocou seis feridos, dois deles estão em estado grave, em Canas de Senhorim, no concelho de Nelas, Viseu.

 
Imagem Ilustrativa

O alerta foi dado às 15.07 horas para um incêndio num armazém de serralharia, segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Viseu, afirmando que se registaram várias explosões no exterior e interior do armazém de serralharia. “Há um número indeterminado de feridos”, revelou a mesma fonte.

 
 

Segundo fontes no local existem quatro bombeiros e um militar da GNR feridos. Dois dos bombeiros ficaram feridos com gravidade, enquanto os outros três sofreram ferimentos ligeiros. Segundo o INEM, existirão, no total, cinco pessoas feridas.

No local estão 74 operacionais, apoiados por 31 viaturas e um meio aéreo do INEM.

 
 

O comandante da Proteção Civil de Viseu, Miguel David, adiantou aos jornalistas que foi emitido um alerta para “um incêndio num armazém de serralharia”, para o qual foram mobilizados operacionais.

“As equipas, ao chegarem ao local, foram confrontadas com várias explosões, tendo resultado desta operação seis feridos, entre os quais cinco bombeiros, dois com ferimentos graves e três com ferimentos ligeiros, e um militar da GNR”, indicou o comandante, acrescentando que todos os feridos foram “encaminhados para unidades hospitalares”.

 

Miguel David indicou ainda que, “uma vez procedida a extinção do incêndio, surgiram novos dados” que levaram a que a operação assumisse “contornos policiais”, estando neste momento a ser feitas diligências no terreno.

Um homem que se barricou com explosivos está agora sob alçada da GNR, podendo vir a ser detido ainda hoje.

 

As causas da explosão ainda estão a ser investigadas.

Comentários

comentários

Você pode gostar...