Legislativas 2022: PS investiu 315M€ no Setor Agrícola e Vitivinícola do distrito de Braga

Desde 2015, o Governo do Partido Socialista apoiou o Distrito de Braga com cerca de 84 M€ de investimento na exploração agrícola e para a transformação e comercialização de produtos agrícolas, o que permitiu alavancar mais de 148 M€ de investimento no setor agrícola.

 
ps

O Governo de António Costa apoiou ainda o rendimento dos Agricultores do Distrito de Braga com 205 M€, permitindo assegurar previsibilidade na vida dos agricultores, este investimento foi feito via pagamentos diretos permitindo a manutenção da atividade agrícola em zonas desfavorecidas e ainda através de Medidas Agroambientais.

 
 

  A aposta no Setor Vitivinícola, no Distrito de Braga, contou com 16,5 M€ repartidos em apoios a Destilação de Crise, Armazenamento de Crise, Reestruturação e Reconversão da Vinha – VITIS, Promoção e Seguros de colheita.  Para projetos de Regadio, no âmbito do Programa Nacional de Regadios, Regadio Tradicional, Estudos e Projetos, no Distrito de Braga, foram investidos 10 M€.  O Governo do PS Integrou o Milho de Silagem no sistema de seguros de Colheitas e alargou o período de cobertura do milho grão até 30 de novembro.

 Já em 2022, o pagamento ao Regime da Pequena Agricultura subirá para os 1000€, eram 600€ em 2015, com um crescimento de mais de 50%. E o Redistributivo subirá para os 120€ nos primeiros 10 hectares. A continuidade destes regimes de apoio no período 2023/2027 está assegurada com uma dotação previsional global de 668M€.

 
 

 No âmbito do Plano Estratégico da PAC para o período 2023/2027,  as explorações agrícolas do Distrito de Braga poderão continuar a beneficiar dos apoios diretos com valores unitários mais altos, nomeadamente o prémio à vaca leiteira, que conta com uma dotação de 83M€, e os novos regimes de apoio para o milho grão e milho silagem com uma dotação associada de cerca de 47M€ e 17M€, respetivamente.

Comentários

comentários

 

Você pode gostar...