Máquinas criadas em Famalicão pela VLB chegam a mais de 25 países

“Nenhuma das nossas máquinas é igual, porque cada um dos nossos clientes tem necessidades diferentes”. Este é o ponto de partida para cada projeto da VLB, empresa dedicada ao fabrico de equipamentos de vanguarda, incorporando a tecnologia 4.0, para o setor da metalomecânica.

 

O Presidente da Câmara, no âmbito do Roteiro Famalicão Created IN, visitou esta quinta-feira a empresa, instalada em Mouquim desde 2019, e que emprega 88 trabalhadores. A nova unidade da VLB foi considerada um Projeto de Investimento de Interesse Municipal – Made 2IN, tendo obtido o apoio da autarquia através da concessão de incentivos fiscais. O volume de investimento foi de cerca de 7 milhões de euros.

 
 

“É uma empresa com grande capacidade e capacitação dos recursos e da tecnologia envolvida, fatores determinantes que se espelham na precisão do produto final, que é diferenciador da VLB de outros concorrentes do mercado” começou por apontar Mário Passos.

O autarca realçou ainda “a própria estrutura da empresa, com quadros jovens e empreendedores, virada para o futuro, numa visão estratégica e uma capacitação produtiva que é um bom exemplo do que queremos para a indústria do concelho e que temos procurado mostrar no âmbito do Created IN”.

 
 

Com um volume de faturação de 12,5 milhões de euros no último ano, a empresa tem expetativas fundadas de crescimento “porque todos os indicadores nos apontam nesse sentido, quer pelos negócios que já concretizamos quer pelo volume de encomendas que temos em carteira” diz Vasco Barros, administrador da VLB.

“Desde o início apostamos num produto com elevado grau de tecnologia, que fosse diferenciador. As soluções que apresentamos aos clientes, a crescente procura, dão-nos a certeza que o caminho que apontamos é o de futuro” acrescentou. Vasco Barros deu o exemplo: “temos aqui hoje clientes que vem cá testar e afinar a máquina para a produção final e cá dentro na VLB conseguimos personalizar todas as soluções que necessitam, desde o software até à construção mecânica propriamente dita”.

 

A VLB é hoje referência na produção de equipamentos que servem a indústria automóvel, aeronáutica, do mobiliário e da produção tradicional de máquinas para a transformação de tubos e chapa, como curvadoras de tubo, perfiladoras, prensas hidráulicas, linhas de corte de chapa, utilizadas em diferentes indústrias.

Comentários

comentários

 

Você pode gostar...