Mário Vitória expõe “Interior de Montanha” na Sala Gótica de Barcelos

Mário Vitória apresenta na Sala Gótica dos Paços do Concelho, de 3 de junho a 24 de julho, a exposição “Interior de Montanha”, que fala de um interior de vitória, um silêncio particular, meditação, reza, intenção plena de agradecimento e esperança. Inspirando-se “nos inequívocos do dia a dia, nas causas maiores”, o autor assume que a sua missão é intervir socialmente, pelo que a sua arte percorre um caminho de intervenção social de permanente alerta. A exposição abre na próxima sexta-feira, pelas 21h30.

 

Para Mário Vitória, “esta exposição não é um tratado antropológico, filosófico ou científico, são antes metáforas, poemas e posicionamentos que pretendem intrigar e ampliar as consciências, perante o cenário mais atual de guerra. (…) Perante os estilhaços de guerra são estas imagens que ativamente se propõem a partir de “Interior de Montanha”. Imagens de planetas suspensos, montanhas leves, cristos vivos, rochas falantes, vazios essenciais, fusão de mundos, arcos de integração, geometrias sussurrantes.”
Mário Vitória com “Interior de Montanha” propõe um repto a quem visita a exposição: “E agora? Vivemos a guerra? Queremos a guerra? Choramos? De que modo somos pela paz? Energizamo-nos onde e a partir de que lugar?”

 
 


Elisa Braga, vereadora da Cultura do Município, sublinha a importância desta exposição, sublinhando que “é um privilégio para Barcelos apresentar na sua Sala Gótica, um dos espaços mais emblemáticos e simbólicos dos Paços do Concelho, a exposição “Interior de Montanha” de Mário Vitória,” uma reflexão do autor no “Interior da Montanha” sobre “as inquietudes dos conturbados tempos da atualidade, interrogando-se face “às atrocidades e todas as complexidades” que nos cercam; manifestando, no entanto, a esperança/convicção/mensagem expressas nas suas telas de que o futuro será meditação, agradecimento, esperança e vitória!”

Comentários

comentários

 
 

Você pode gostar...