Município de Esposende acolheu comemorações do Dia da Europa

O Município de Esposende acolheu ontem, dia 9 de maio, as comemorações do Dia da Europa, promovidas pelo Europe Direct Minho, projeto do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave, em parceria com a Comissão Europeia, através da sua Representação em Portugal. Após sessão de boas vindas, nos Paços do Concelho e hastear da bandeira da UE, realizaram-se sessões informativas em escolas do concelho para comemorar esta data com a comunidade escolar e foram realizadas visitas a projetos locais, cofinanciados pela UE, nomeadamente o Mercado Municipal e o edifício do Arquivo Municipal.

 
esposende

Durante o Seminário “Fundos Europeus e oportunidades de crescimento”, que decorreu no Fórum Municipal Rodrigues Sampaio, tendo como intervenientes o Presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira, o eurodeputado José Manuel Fernandes, Alexandre Almeida, coordenador para uma Especialização Inteligente, na Agência Nacional de Inovação e empresários locais, debateram-se questões relacionadas com a aplicação dos fundos europeus e as perspetivas sobre o próximo Programa de Fundos Europeus “Portugal2030”.

 
 

O eurodeputado José Manuel Fernandes lembrou que 90% do investimento público, em Portugal, “tem origem na União Europeia. Um dia destes, o Orçamento de Estado serve apenas para despesas correntes”, defendendo que Lisboa “tem de perceber que é a região mais rica do país e, se Portugal estivesse todo nessa situação, não recebia Fundo de Coesão”.

Alertando para o facto de o investimento futuro da União Europeia estar muito direcionado para o combate às alterações climáticas e para a digitalização, o eurodeputado chamou a atenção para o facto de o programa Portugal 2030 terminar em 2029. “Estamos em 2022 e ainda não foi aprovado”, focando a necessidade de o país definir o objetivo para 2030, nomeadamente em termos de educação, investigação, exportações e importações.

 
 

O presidente da Câmara Municipal de Esposende alertou para o “desajustamento das necessidades”, como principal entrave ao recurso a fundos comunitários. “Gastou-se mal em vias de comunicação e agora necessitamos construir vias estruturantes e não há verbas para isso”, elencando os casos das variantes à cidade, a Fão, ou a Apúlia.

“Na Câmara Municipal de Esposende não desenvolvemos projetos em função da disponibilidade de fundos para certa área, mas antes em função da necessidade do concelho”, referiu Benjamim Pereira, apontando como exemplos as intervenções no Mercado Municipal, no Arquivo Municipal, no Largo Rodrigues Sampaio, no Forte S. João Batista ou na Estação Radionaval.

 

Alexandre Almeida, coordenador para uma Especialização Inteligente, na Agência Nacional de Inovação, lembrou que a estratégia desta entidade é “ajudar as empresas a melhorar os processos” e sustentou que a transferência de negócios para o modelo digital é o grande desafio que se coloca nos nossos dias.

Europa inclusiva

 

Durante a manhã, numa receção a alunos do programa Erasmus da República Checa, Roménia, Turquia, Grécia e Alemanha, o presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira lembrou que “os tempos atuais impõe uma Europa mais coesa e interventiva para a manutenção da paz”. Apontando o “cenário preocupante”, Benjamim Pereira argumenta que “a defesa dos direitos humanos exige atuação firme. Mais que nunca precisamos de reforçar a ideia de uma Europa unida, iniciada como sonho de filósofos e visionários, como Victor Hugo, que imaginou uns Estados Unidos da Europa pacíficos e inspirados num ideal humanístico”.

“Mais uma vez, a paz dos povos tem de estar na base dos objetivos que iluminam filósofos e estadistas corajosos. Mais do que nunca, a máxima liberdade deve ser sinónimo de fraternidade e compreensão para com aqueles que pensam de forma diferente”, defendeu Benjamim Pereira, recorrendo ao exemplo local: “Esposende revela sinais progressistas nessa área. O acolhimento faz parte da nossa forma de incluir e integrar na nossa comunidade. Da diferença brota esta paleta de culturas diversificadas e sustentadas que, estou certo, contribuem para o engrandecimento do concelho de Esposende”.

Comentários

comentários

Você pode gostar...