Politécnico de Viana do Castelo presente na Conferência dos Oceanos das Nações Unidas

O presidente do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC), Carlos Rodrigues, participa na Conferência dos Oceanos das Nações Unidas, que se realiza em Lisboa entre 27 de junho e 1 de julho de 2022. Entretanto, até domingo, uma equipa multidisciplinar, composta por cinco alunos e uma professora, representa o IPVC no Fórum da Juventude e da Inovação, que está integrado na conferência.

 

O evento coorganizado pelos Governos de Portugal e do Quénia, que conta com a presença do Secretário-Geral das Nações Unidas e de membros de Governos de vários países, surge num momento crítico no panorama global, uma vez que muitos dos problemas profundamente enraizados das sociedades foram colocados a descoberto pela pandemia, e a sua resolução exigirá grandes transformações estruturais e soluções comuns partilhadas, ancoradas nos 17 ODS da Agenda 2030.

 
 

A Conferência dos Oceanos das Nações Unidas tem como tema geral “Reforçar a ação dos oceanos com base na ciência e na inovação para a implementação do objetivo de desenvolvimento sustentável 14: avaliação, parcerias e soluções”De destacar que o objetivo 14 – Conservar e utilizar de forma sustentável os oceanos, os mares e os recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável – integra os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030, estabelecidos pelas Nações Unidas. 

A Conferência vai incluir oito diálogos temáticos, abrangendo a poluição marinha, a acidificação, a desoxigenação e aquecimento, a pesca sustentável e a economia azul, o conhecimento científico e a tecnologia marinha. Estes diálogos pretendem trazer oportunidades e desafios e visam estimular os compromissos e a ação para os oceanos.

 
 

António Guterres junta-se aos jovens no domingo de manhã

Entretanto, integrado na Semana da Conferência dos Oceanos das Nações Unidas arranca hoje, em Carcavelos, o primeiro evento intitulado Fórum da Juventude e da Inovação. Até domingo, o fórum da Juventude e da Inovação da conferência dos oceanos da ONU conta com cerca de 150 jovens de 30 nacionalidades.

 

O Instituto Politécnico de Viana do Castelo estará representado no UN Ocean Conference Youth and Innovation Forum com uma equipa multidisciplinar formada por cinco estudantes provenientes da Escola Superior Agrária (Paulo Alves), da Escola Superior de Ciências Empresariais (Luciana Silva, Julia Kilic e Margarida Araújo) e da Escola Superior de Tecnologia e Gestão (Francisco Araújo). Os alunos estão acompanhados pela professora Sónia Carvalho.

“Ao longo destes dias serão desenvolvidos seminários, workshops, painéis de discussão e mentoria, que contribuirão para o desenvolvimento de ideias inovadoras, sendo estas apresentadas no último dia do evento sob a forma de Pitch”, informa a professora Sónia Carvalho, acreditando que os jovens deixarão o Fórum “com o conhecimento, as ferramentas e a inspiração de que precisam para avançar na luta para proteger o oceano”.

 

A novidade deste Fórum é o INNOVATHON, uma maratona Tecnológica concebida e desenvolvida pelo CEiiA, onde estes jovens vão desenvolver, durante 24 horas, ideias para resolver problemas relacionados com os oceanos. Os desafios incidem em cinco temáticas principais: portos e transporte marítimo com zero emissões; comida oceânica saudável; energias renováveis oceânicas; mapeamento dos oceanos; e lixo marinho. Durante as 24 horas da maratona (que se inicia este sábado, 25 de junho, às 12 horas) as várias equipas serão acompanhadas por mentores e por especialistas nacionais e internacionais de diferentes áreas, nomeadamente do mundo empresarial, académico, organizações não governamentais e governantes.

As melhores soluções serão acompanhadas, nos próximos 12 meses, por mentores internacionais de forma a apoiar a implementação dos conceitos propostos.

A manhã do próximo domingo, dia 26 de junho, conta com a presença do Secretário-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), que se juntará na praia de Carcavelos, a partir das 12 horas, aos jovens. Para além da abertura da sessão plenária da Conferência dos Oceanos, este será o único evento com a presença de António Guterres. Este momento conta, ainda, com a participação dos Presidentes da República de Portugal e do Quénia, Marcelo Rebelo de Sousa e Uhuru Kenyatta respetivamente, do primeiro-ministro de Portugal, António Costa, da CEO do Pacto Global das Nações Unidas, Sanda Ojiambo, e de Jason Mamoa, conhecido ator por papéis em produções como “Game of Thrones” ou “Aquaman”.

IPVC dá a conhecer a Blue Design Alliance

 

Ainda integrada na Semana daConferência dos Oceanos das Nações Unidas, o Politécnico de Viana do Castelo vai apresentar a Blue Design Alliance (BDA), um consórcio entre instituições do ensino superior que tem como missão contribuir para a valorização da água, recursos oceânicos e fluviais e sustentabilidade social e ambiental através do design, centrando-se na produção de conhecimento, investigação e formação de competências ligadas à economia azul.

As instituições da Aliança – Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC),  Escola Superior de Artes e Design (ESAD),  Instituto Politécnico de Bragança (IPB) e Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica Portuguesa (ESB-UCP) – asseguram, através da BDA, uma formação ligada ao Design Azul e à economia circular, inclusiva e sustentável, com o  propósito de acelerar a requalificação do território, tornando-o mais resiliente através da criação de novos empregos e profissões azuis.

Os caminhos de formação e investigação a desenvolver pela BDA integram-se no âmbito do “Impulso Jovens STEAM e do “Impulso Adultos” do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) que tem como objetivo “impulsionar a formação de jovens e adultos nos próximos cinco anos face aos desafios que emergem”.

A Blue Design Alliance oferece quatro tipos de formação: Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTeSP) lecionados na ESAD, um Curso de Pós-Graduação com nove especializações que se expande pelas quatro instituições parceiras e ainda Cursos de Verão gratuitos e Cursos de Curta Duração. Todas as formações são orientadas para a prática e permitem seguir uma carreira profissional, onde a temática da água estará sempre presente, assim como o cuidado pelos ecossistemas dos rios, mares e oceanos.

Sendo assim, no âmbito do Impulso Jovem STEAM foi desenhada uma oferta formativa que engloba Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTePS), cursos de verão e ações de promoção da literacia e conhecimento azul, orientados a estudantes das escolas secundárias, escolas artísticas e escolas profissionais. Já no âmbito do “Impulso Adultos” é apresentada uma inovadora oferta de pós-graduações, cursos de curta duração (micro-credenciais) e um ciclo de conferências e oficinas pedagógicas – Water Design Views.

Com uma atenção dedicada à faixa oceânica e à dimensão fluvial da região Norte, a BDA responde ao desafio apresentado pela United Nations Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável da água, para que a próxima década compreenda a utilização eficiente da água dos mares, dos rios e dos sistemas lacustres e outros. Os programas de formação da BDA têm, igualmente, em consideração a Estratégia Nacional para o Mar 2021-2030, com o objetivo de estimular a educação e cultura para os oceanos, assim como o Plano Nacional da Água e a relevância do Cluster do Mar Português.

A Aliança constituída pelas quatro instituições de ensino superior e os seus parceiros responde, também, de forma inovadora, criativa e eficaz ao desafio lançado pela União Europeia na área do design através da New European Bauhaus, assumindo que os processos de co-design, design participativo e inclusivo são chamados a desempenhar um papel central no desenvolvimento social e económico e na melhoria da qualidade de vida.

Comentários

comentários

Você pode gostar...