Ucrânia: Tropas russas tomaram central nuclear de Zaporizhzhia

 As tropas russas tomaram a central nuclear ucraniana de Zaporizhzhia, a maior da Europa, informou o regulador nuclear estatal da Ucrânia, acrescentando que a equipa da central controla o estado dos edifícios e garante seu correto funcionamento.

 
guerra
Imagem Ilustrativa

Bombeiros extinguem incêndio em maior central nuclear da Europa

 
 

Os bombeiros ucranianos já conseguiram extinguir o incêndio nas instalações da maior central nuclear da Europa, em Zaporizhzhia, causado por bombardeamentos russos, garantiu hoje o Serviço Estatal de Emergências da Ucrânia.

O serviço indicou que os 44 bombeiros e os 11 veículos envolvidos na operação conseguiram extinguir o fogo por volta das 06:20 (04:20 em Lisboa), não se registando qualquer ferido, de acordo com um comunicado publicado na rede social Facebook.

 
 

A operação de combate ao incêndio esteve em suspenso durante várias horas, por os bombeiros terem sido impedidos de aceder à central nuclear por tropas russas.

As autoridades ucranianas garantiram que os seis reatores de Zaporizhzhia não foram afetados e que o incêndio atingiu apenas um edifício e um laboratório do local.

 

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, prometeu convocar uma reunião de emergência do Conselho de Segurança da ONU “nas próximas horas” para discutir o ataque russo a Zaporizhzhia e acusou o Presidente russo, Vladimir Putin, de “ameaçar diretamente a segurança de toda a Europa”, indicou um comunicado, divulgado depois de uma conversa telefónica com o Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky.

Zelensky acusou Moscovo de recorrer ao “terror nuclear” e de “querer repetir” a catástrofe de Chernobyl.

 

Comentários

comentários

Você pode gostar...