Legislativas 2022: Bloco reforça compromisso com políticas de bem-estar animal no distrito de Braga

A candidatura do Bloco de Esquerda às eleições legislativas pelo círculo eleitoral de Braga visitou esta segunda-feira o Centro de Recolha Oficial de Animais de Companhia de Guimarães que acolhe e trata cães e gatos. O bem-estar animal é uma área que o candidato e deputado José Maria Cardoso e a candidata Sónia Ribeiro dizem “ter sido esquecida pelo governo”.

 
BE

José Maria Cardoso salientou a “importância das repostas municipais na proteção animal” e “o esforço diário dos profissionais para proporcionarem as melhores condições possíveis aos animais a seu cargo”, mas lembrou que “há muito a fazer por parte do governo que tem o dever de garantir os meios necessários aos centros de recolha oficial para que estes possam assegurar o bem-estar de todos os animais de companhia sob sua alçada”.

 
 

“Tem de haver maior autonomia de gestão, mais agilidade e capacidade de resposta para ampliar instalações e contratar pessoal habilitado”, disse o deputado, lembrando que o Bloco propõe “a criação de redes de centros de recolha oficial que permitam uma atuação articulada para atender a necessidades comuns, como as de esterilização”.

O deputado referiu ainda “as dificuldades do centro em socorrer animais atropelados e outras situações urgentes por falta de meios”, considerando a situação “inaceitável”, numa “sociedade que deve proteger o bem-estar dos animais”.

 
 

Bloquistas destacam “papel social e educativo” do projeto Gatil Simãozinho

Na visita a Guimarães, os candidatos do Bloco foram também conhecer o projeto da Escola Santos Simões que protege e cuida de mais de 50 gatos abandonados ou maltratados.

 

“Este é um projeto único, de grande mérito, que envolve toda a comunidade educativa em torno do bem-estar animal”, considerou José Maria Cardoso.

“É importante apoiar projetos como o Gatil Simãozinho porque desempenham funções sociais e educativas muito relevantes, quer no âmbito escolar, educando para a proteção animal, quer na vertente social, resgatando animais das ruas e oferecendo-lhes um local de acolhimento ou uma família que beneficia da sua companhia”, acrescentou.

 

Comentários

comentários

Você pode gostar...