Município de Vizela apresenta projeto para o edifício do Castelo

No seguimento do RUS – Plano de Ação – Regeneração Urbana Sustentável, a Câmara Municipal de Vizela apresenta o projeto de requalificação do edifício do Castelo de Vizela, no próximo dia 25 de março, pelas 16.00h, no edifício sede do Município.

 
Castelo

De destacar que a Câmara Municipal executou um projeto de requalificação do edifício do Castelo de Vizela, um edifício com relevo histórico, dando-lhe a dignidade que merece e com o objetivo de que passe novamente para a fruição de todos os vizelenses.

 
 

Este majestoso edifício, conhecido como “Castelo”, situado na freguesia de S. João, foi construído no início do Séc. XX, por volta de 1905, a mando do Dr. Armindo de Freitas Ribeiro de Faria, com o objetivo de aí se virem a estabelecer os Paços do Concelho.

Este importante legado é sem dúvida alguma um marco importante na história de Vizela, uma vez que resultou de uma luta persistente do Dr. Armindo Faria, político e médico, pela autonomia administrativa da sua terra natal – Vizela.

 
 

Este edifício, com mais de cem anos de existência, continua a ser extremamente emblemático, considerado como um símbolo da luta autonómica de Vizela.

A recuperação e reabilitação deste edifício tem como objetivo dar continuidade á politica de regeneração urbana implementada por este executivo, assim como continuar a aposta na vertente cultural de forma transversal, através da recuperação do património cultural, em especial naquilo que faz parte da nossa identidade.

 

A requalificação do edifício do Castelo revela ainda a forte aposta na recuperação do património histórico, reabilitando um edifício centenário, recuperando o imóvel nas suas características físicas tradicionais e transformando e adaptando o seu interior para atividades culturais.

De destacar que neste mandato, a vertente cultural assumiu uma nova dinâmica, uma aposta forte no incremento cultural de forma transversal, em especial naquilo que efetivamente faz parte da nossa identidade, permitindo alargar e diversificar o mercado turístico, criar dinâmicas económicas sustentáveis e projetar uma imagem atrativa e competitiva da Cidade, funcionando como instrumento de afirmação regional, nacional e até internacional.

 

Assim, a criação deste novo espaço cultural insere-se na implementação desta nova política cultural municipal, através da demonstração da importância e do papel fundamental que a cultura tem no desenvolvimento de Vizela.

Comentários

comentários

Você pode gostar...