Vila Verde premeia trabalhos “Escola + Verde”

O Município de Vila Verde procedeu à entrega dos galardões e diplomas que premeiam os estabelecimentos escolares do concelho pelos trabalhos desenvolvidos ao longo do ano letivo para a defesa e promoção do ambiente. Vinte e seis escolas e jardins de infância receberam a bandeira “Escola + Verde”.

 
vila verde

“Nas escolas do nosso concelho, estamos a trabalhar para um futuro cada vez melhor”, afirmou a presidente da Câmara Municipal, Júlia Rodrigues Fernandes, enaltecendo os resultados de experiências e projetos ambientais que envolveram alunos e comunidades educativas.

 
 

Num périplo pelos estabelecimentos premiados que contou também com a participação dos vereadores Manuel Lopes e Patrício Araújo, a autarca destacou o impacto da missão que as novas gerações devem assumir no seio das comunidades para a adoção de comportamentos responsáveis na preservação da natureza, seja alterando hábitos de consumo que geram desperdício, seja no tratamento e na separação dos resíduos.

“Com pequenos atos e hábitos diários, cada um de nós é chamado a contribuir para o grande desafio que toda a humanidade tem pela frente: a defesa do único Planeta que temos e onde podemos viver”, sustentou Júlia Fernandes.

 
 

A presidente da Câmara assumiu que “a sensibilização das crianças e dos alunos para a importância de proteger o ambiente e assumir hábitos diários, que salvaguardem e valorizem os nossos ecossistemas, é absolutamente estratégico para o desenvolvimento sustentável e para a melhoria contínua da qualidade de vida das populações”.

Escolas premiadas

 

As bandeiras “Escola + Verde” foram entregues às escolas básicas de Freiriz, Lage, Moure e Ribeira do Neiva, Nº 2 Vila Verde, Nº1 de Prado, Oriz S. Miguel, Parada Gatim, Ribeira do Neiva e Turiz, às EB/JI Cervães e EB/JI Sande, e aos jardins de infância de Devesa-Duas Igrejas, Gême, Lanhas e Oleiros.

Pelo bom desempenho ambiental, foram igualmente premiadas as EB de Atães, Barbudo, Lanhas, Monsenhor Elísio de Araújo e Soutelo, a EB/JI de Esqueiros e os JI de Atães, Loureira, Marrancos, Pedregais e Sabariz.

 

No âmbito do programa “Escola + Verde”, foram ainda distinguidos os estabelecimentos escolares com maiores Poupança Energética (JI de Cervães), Poupança de Água (JI de Sabariz) e quantidade de Tampinhas recolhidas (EB de Lanhas).

Além dos 26 estabelecimentos distinguidos com galardão, foram ainda reconhecidos os trabalhos desenvolvidos pelas escolas básicas de Aboim da Nóbrega, Cabanelas, Gême e Oleiros e pelos jardins de infância de Arcozelo, Carreiras S. Tiago, Moure e Parada de Gatim.

Os resíduos, a água, a energia, os transportes, o ruído, a alimentação saudável, os espaços exteriores e a biodiversidade foram áreas temáticas em que os alunos e os estabelecimentos escolares desenvolveram práticas ecológicas, procurando reforçar a sensibilização das comunidades locais para a preservação ambiental.

Os critérios de avaliação incluíram uma auditoria ambiental sobre o funcionamento geral “ecológico” do estabelecimento escolar, além do envolvimento e participação na realização de atividades de sensibilização e de educação ambiental.

 

Comentários

comentários

Você pode gostar...