Quantcast
 

“Desapareçam e deixem de nos envergonhar”

Carta aberta ao comunistas portugueses

 

Confesso que ao ler as vossas declarações aquando da confirmação de que o PCP não vai estar presente durante a sessão solene na qual Volodymyr Zelensky se vai dirigir aos deputados e aos portugueses com o fundamento de que “sessão é concebida para dar palco à instigação da escalada da guerra” e de que não alinham “com a participação de alguém que personifica poder xenófobo e belicista” vocês conseguiram ultrapassar todos os limites.

 
 

Chega de falarem para ignorantes que ainda acreditam nisto. Chega de fazerem de conta que somos todos burros e sem memória.

Efetivamente chega de ouvir isto sem que tenham uma resposta adequada dos restantes partidos portugueses, com medo não sei do quê.

 
 

E eu explico. Eu estive lá. Tomei a decisão juntamente com uns amigos de fazer pés ao caminho e ir à fronteira da Polónia com a Ucrânia ajudar no que fosse possível todos quantos passam pela barbaridade cometida por um lunático assassino sem escrúpulos, que vocês defendem e que vos patrocina. Chega.

Foram os vossos patrocinadores russos que invadiram um outro País e que começaram uma guerra. Por isso falar em “contribuir para escalada de guerra” é falar para acéfalos ou querem enganar quem???

 
Declaração de Paula Barros | imagem: PCP

Eu sei que vocês vivem sem qualquer ligação à realidade e nem sequer imaginam o que lá se passa. Eu sei que continuar a viver aqui à beira mar plantado em liberdade é bom, enquanto se manda postas de pescada para quem tem de enfrentar os maiores e piores horrores que qualquer ser humano pode ver.

Eu estive na Polónia e vi o que os Ucranianos têm que passar. O que sofrem, como fogem com uma mão à frente e outra atrás, deixando pais e maridos para trás para se deitarem num pavilhão no meio de milhares e milhares de pessoas sem saber o que será o seu futuro.

 

Sim, eu sei o que é resgatar na fronteira da Ucrânia com a Polónia uma mãe com três filhos, fugida de uma cidade Ucraniana atacada pelos Russos, que levou com um míssil no prédio onde morava e ficou ferida e ter de fugir ferida com os três filhos às costas até chegar a uma fronteira, onde não conhecem nada nem ninguém, cheios de medo das redes mafiosas de tráfico humano, à espera que lhes falassem de um nome que alguém que terá conhecido pelo instagram e que lhe garantiu que a traria para Portugal.

Sim, eu vi isto tudo, enquanto vocês defendem um regime que destrói gente, seres humanos, aliás exatamente dentro dos mesmos hábitos de muitos e muitos ditadores que foram lideres da Rússia e que vocês defendem a todo o custo.

Sim, vocês defendem a Coreia do Norte e consideram-na uma democracia. O problema é que a ditadura não permite mostrar o que aquela gente sofre. O mesmo com a China. E também defendem as atrocidades cometidas pela Rússia e pelos comunistas ao longo destes séculos.

KYIV, UKRAINE – Feb. 25, 2022: Guerra da Rússia contra a Ucrânia. Serviço de resgate trabalha perto de casa destruída por Rocket russo em Kiev

Mas agora a história mudou. Agora todo o mundo vê em direto a atrocidade que cometem diariamente contra gente indefesa e que nunca fez mal a ninguém. Agora o mundo vê aquilo que é o regime que defendem. Agora todos vemos o que é a vossa retórica.

 

Não, vocês não são corajosos, nem coerentes. Vocês são comandados por quem vos patrocina e patrocina uma guerra sem qualquer sentido onde não quer enfrentar os militares e um povo indefeso.

Pois daqui vos digo. Vocês são um nojo. Vocês nada valem. Vocês fazem parte do pior que a humanidade pode criar. Vocês até deviam corar de vergonha ao falar de nazismo, tal a matança que provocaram durante décadas e perante a matança indiscriminada que provocam hoje na Ucrânia ao mesmo tempo que ameaçam os restantes Países da Europa.

Se até agora não gostava do comunismo, agora odeio-o. Porque não posso tolerar quem patrocina e tenta encobrir o que se passa na Ucrânia.
Se o Partido vos fica com o dinheiro que ganham enquanto deputados, eu faço uma vaquinha. Faço uma vaquinha e vou-vos mostrar ao perto, ao vivo e a cores, o que se passa com os refugiados ucranianos na Polónia. Sim, porque só vos poderia levar à Polónia, porque covardes como são, não entrariam na Ucrânia comigo para verificar in loco o que está a acontecer nas cidades Ucranianas.

Pena é que ainda há quem vos tolere. Pena é que há ainda quem entenda.

Vocês deveriam ser obrigados e emigrar para a Rússia e viver naquele País. Vocês não merecem a liberdade deste País.

Vocês que estão no parlamento a representar um partido que defende assassinos, não merecem sequer o meu respeito.

Efetivamente vocês não bateram no fundo. Porque o fundo ainda tem algum sentido. Já o PCP nem no fundo merece estar. Superaram o pior que alguém poderia esperar.

Desapareçam e deixem de nos envergonhar.

Disse

Rui Barreira – Advogado na CLT

Comentários

comentários

Você pode gostar...