Esposende recebeu II Encontro dos Projetos CLDS 4G do Distrito de Braga

No Fórum Municipal Rodrigues Sampaio, decorreu recentemente o II Encontro dos projetos CLDS 4G – Distrito de Braga, organizado pelo agirE CLDS 4G, em parceria com outros projetos do distrito e com a Equipa de Acompanhamento do Instituto de Segurança Social de Braga.

 

Em Esposende, o Contrato Local de Desenvolvimento Social 4.ª Geração (C.L.D.S. 4G), financiado pelo Programa Operacional de Inclusão Social e Emprego (P.O.I.S.E.) conta com o Município de Esposende como entidade promotora e com o Conselho Local de Ação Social (CLAS) de Esposende como parceira. A Esposende Solidário assume-se como entidade coordenadora e a ACICE – Associação Comercial e Industrial Concelho Esposende é a entidade parceira e Executora do “Eixo 1” do Projeto. Realça-se ainda o apoio e mobilização de diferentes agentes e recursos locais, numa ação integrada de intervenção de proximidade.

 
 

A iniciativa contou com a participação do especialista e investigador em gerontologia e políticas públicas, Professor Doutor José Ignacio Martin, e traduziu-se no debate e partilha de experiências relacionadas com a temática “Envelhecer no Local”, nomeadamente do Projeto de Intervenção Social e Artística na Natureza “Por um Galho”, promovido pelo Grupo de Ação e Solidariedade Social de Antas (GRASSA), em parceria com a Rio Neiva – Associação Defesa do Ambiente.

Estiveram representados no encontro todos os projetos do distrito de Braga e ainda várias entidades locais de Esposende, bem como a Vice-presidente e Vereadora da Coesão Social da Câmara Municipal de Esposende, Alexandra Roeger, a Diretora do Núcleo de Intervenção Social do Instituto de Segurança Social de Braga, Fátima Miguel, e o Diretor do Núcleo Respostas Sociais, Jorge Casaleiro, com as respetivas equipas técnicas.

 
 

Na sessão foram discutidas diversas problemáticas identificadas na prática da intervenção social e comunitária, essencialmente no que concerne à faixa etária dos mais velhos, sustentadas pelas estatísticas e pesquisas realizadas pelo Professor Doutor José Ignacio Martin. Ao nível da inovação para a ação, foram destacados alguns eixos de intervenção ao nível macro, para os quais emerge a necessidade de se encontrarem alternativas de sustentabilidade a longo prazo, de forma a que se implementem e mantenham as respostas ao longo do tempo.

Um encontro que se fez enriquecedor pela partilha, discussão e debate de ideias e ideais sobre as várias perspetivas de atuação, mas que têm como objetivo comum proporcionar um envelhecimento bem-sucedido, ativo e saudável da, e na, comunidade, em linha com as metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da ONU.

 

Comentários

comentários

Você pode gostar...