Eticamente éticos

A ética permite-nos viver como seres humanos, detentores da capacidade de pensar, protegendo-nos, deste modo, do caos e do desmoronamento da sociedade em que vivemos.

 

Em primeiro lugar, gostaria de salientar que a ética está relacionada com a reflexão sobre os princípios e argumentos que fundamentam as nossas ações, ou seja, permite-nos ponderar sobre a causa ou o motivo para agirmos de determinada maneira. Assim, a ética ajuda-nos a distinguir o bem do mal, levando-nos a refletir sobre questões bastante pertinentes, tais como: porque faço isto e não aquilo? Qual o motivo que tenho para agir assim?

 
 

A ética pode ser considerada como a arte de construir a nossa própria vida, por isso, sem ética o nosso quotidiano seria um caos axiológico, pois teríamos em mente o que nos prejudica e o que nos beneficia. De igual modo, as nossas ações não teriam argumentos nem justificações que as fundamentassem.

Em segundo lugar, nós, seres humanos, não vivemos isolados, mas em constante interação com os outros. Por esta razão, o ser humano sofre, naturalmente, influências sociais que condicionam a sua tomada de decisões. Essas influências exteriores podem conduzir-nos para um bom ou mau caminho, o que está intimamente ligado a muitos fatores, designadamente os padrões da cultura do meio, o contexto histórico e as relações interpessoais que se estabelecem.

 
 

Aqui a grande questão que persiste é: Porque existe a ética? Qual a sua importância? A resposta só pode ser esta: é com a ética que podemos viver como realmente somos, pessoas e não animais. A ética permite-nos refletir, ser felizes e, acima de tudo, construir e não destruir a sociedade em que estamos inseridos.

Ricardo Silva

 

Comentários

comentários

Você pode gostar...