Município de Esposende apoia edição de obra sobre a história dos Correios de Esposende

“Quanto mais e melhor conhecermos do nosso passado, mais sólida será a construção do nosso futuro”, afirmou o Presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira, na sessão de apresentação do livro “O Último Correio Assistente de Espozende”, da autoria do esposendense Manuel Maria Costa, que teve lugar no dia, dia 18 de junho, sábado, no Fórum Municipal Rodrigues Sampaio, em Esposende.

 

Falando no contexto das políticas municipais, nomeadamente no plano cultural, Benjamim Pereira afiançou que o Município, a par de outras instituições concelhias, “é fiel guardião da sua história, tendo a responsabilidade de a salvaguardar e de a dar a conhecer, transportando-a para o futuro”. Referiu, a propósito, que o dia 19 de agosto assinalará os 450 anos de Esposende, adiantando que a efeméride será comemorada ao longo de um ano, através da realização de um vasto e diversificado conjunto de iniciativas, procurando envolver toda a comunidade.

 
 

Na sua intervenção, o autarca deu nota da ação do Município na valorização e preservação da história e identidade do concelho, potenciada através dos vários equipamentos culturais, como a Casa das Marinhas, a Biblioteca Municipal Manuel de Boaventura, o Centro Interpretativo de S. Lourenço e o Museu Municipal. Benjamim Pereira lembrou a aquisição da Casa do escritor Manuel de Boaventura com vista à criação da Casa-Museu, e adiantou que, em breve, três novos equipamentos culturais serão colocados ao serviço da comunidade, designadamente o Museu do Sargaço, em Apúlia, o Centro Interpretativo do Junco, em Forjães, e o Arquivo Municipal, que ficará instalado no edifício do antigo posto da GNR de Esposende. A política cultural do Município abrange, também, o apoio às associações do concelho, onde se inserem os ranchos folclóricos e as bandas de música, bem como a edição regular de publicações, onde se enquadra o apoio ao livro hoje apresentado, uma edição da Associação Forum Esposendense.

O Presidente da Câmara Municipal louvou o trabalho dos investigadores e historiadores concelhios, que se debruçam sobre a história de Esposende, contribuindo para o conhecimento do passado, e onde se integra Manuel Maria Costa. Exortou o autor a dar continuidade ao seu trabalho, realçando, a propósito desta edição sobre os correios de Esposende, a escrita clara e fluída com que apresenta factos históricos, tornando a leitura bastante aprazível.

 
 

Concluiu a sua intervenção com agradecimentos ao autor, ao Forum Esposendense e ao Professor Doutor Ernesto Português, que fez a apresentação da obra. Este considerou o livro “uma ponte entre o passado e o futuro”, “um estudo que pretende agarrar o tempo e fixar a memória”, e onde se descreve e documenta a história dos correios de Esposende. Ernesto Português realçou o “trabalho exaustivo” desenvolvido pelo “primo e amigo” Manuel Maria Costa, que resulta na apresentação “bem documentada” dos factos. Saudou, por isso, o autor e expressou palavras de reconhecimento e louvor ao Forum Esposendense e à Câmara Municipal de Esposende por esta edição.

Manuel Maria Costa usou da palavra para agradecer, nomeadamente ao Forum Esposendense e ao Município, bem como aos que colaboraram na edição desta obra, a qual, frisou, “pretende ser um estudo para a história da administração municipal de Esposende e dos correios que, em tempos, se complementaram num objetivo comum de serviço público”.

 

O Presidente da Associação Forum Esposendense, Fernando Ferreira, manifestou satisfação pela edição de mais um livro sobre a história de Esposende e agradeceu ao autor pela colaboração que tornou possível esta edição. Aproveitou a oportunidade para expressar reconhecimento à Câmara Municipal e ao Presidente Benjamim Pereira pela colaboração prestada ao Forum Esposendense e ao Museu Marítimo, considerando que este apoio é reflexo do bom trabalho da associação em prol da história marítima de Esposende. A terminar, exortou a comunidade a visitar o Museu Marítimo de Esposende, instalado na Estação Salva-Vidas, e a mais recente exposição ali patente.

Comentários

comentários

 

Você pode gostar...