Feira Franca de Amares recebeu centenas de visitantes

Os produtos de excelência do concelho: os vinhos, a laranja, o mel e a broa, entre muito outros tiveram, entre os dias 20 e 22 de maio, um lugar de destaque na Feira Franca de Amares, um evento que se assumiu, em força, como uma verdadeira montra e elogio aos produtos locais, tradições e identidade do concelho.

 

Organizada pela Junta de Freguesia de Amares e Figueiredo, com o apoio da Câmara Municipal de Amares, a Feira Franca de Amares voltou, depois de dois anos de interregno fruto da pandemia, num formato mais “robusto” para atrair mais pessoas, sobretudo de fora do concelho.

 
 

“O balanço destes dias de Feira Franca é muito positivo. Muitas pessoas e famílias com crianças circularam por Amares gerando um fluxo económico muito significativo no comércio local e na festa. Este certame tem uma longa tradição no concelho e é uma oportunidade para mostrar o melhor do mundo rural, das tradições e dos produtos da nossa região”, referiu o presidente do Município de Amares, Manuel Moreira. “Este ano, contando já a edição 77, assistimos a uma feira rejuvenescida e a um interesse muito grande dos visitantes pelos nossos produtos locais. Este é um dos pontos altos das atividades do nosso concelho que este ano espera voltar a oferecer uma agenda com muitos bons motivos para desfrutar de Amares”, concluiu o autarca.

Para o Presidente da União de Freguesia de Amares e Figueiredo, Paulo Brito, a Feira Franca “excedeu as expetativas”. “Estávamos muito motivados e fizemos uma grande aposta na organização deste evento que efetivamente foi um sucesso”, sublinhou Paulo Brito. “Recebemos gente de dentro e de fora do concelho de Amares que, pelo feedback que fomos tendo, ficaram muito satisfeitos com a dinâmica do certame e com a oferta de produtos locais. As pessoas da terra ficaram muito contentes e fizeram-nos chegar a mensagem de que esta festa não se realizava com tanta força e dignidade há mais de 20 anos, o que nos deixa muito orgulhosos e, ao mesmo tempo, acrescenta uma responsabilidade acrescida para manter ou elevar ainda mais a fasquia” acrescentou.

 
 

Feira dos vinhos verdes do concelho foi a grande novidade desta edição

A promoção do vinho verde foi a grande novidade da edição deste ano da Feira Franca. Sete produtores do concelho tiveram os seus produtos representados neste certame que contou com cerca de 20 stands com produtos locais, artesanato e gastronomia. A prova de vinhos é já uma tradição na Feira Franca, mas este ano havia um espaço exclusivo para exposição e prova dos vinhos verdes.

 

“Foi a primeira vez neste formato, lembrou o presidente da Junta de Amares e Figueiredo, “mas correu muito bem”. Tivemos representadas a maior parte das adegas do concelho”, rematou, Paulo Brito.

Outra das novidades foram as provas de equitação que se realizaram no fim-de-semana anterior, de 13 a 15 de maio, no Parque Desportivo de Amares, funcionando como um chamariz para o certame propriamente dito.

 

Programa abrangente também foi cartão-de-visita

A Vice-presidente do Município de Amares e Vereadora da Cultura, Cidália Abreu, que antevia um certame muito “concorrido e animado”, a julgar pelo programa “arrojado, rico e muito atrativo”, mostrou-se muito satisfeita com o regresso da agenda de eventos. “Foi muito bom sentir o regresso a alguma normalidade, marcado por muita alegria, espaços de convívio e partilha entre todos aqueles que nos visitarem. A Feira Franca de Amares foi o primeiro grande evento concelhio depois da pandemia e que retomou em força trazendo à ribalta os melhores produtos que o nosso concelho tem para oferecer e que mostrou como as raízes e tradições que fazem parte do nosso concelho são apreciadas por quem nos visita e por quem mora em Amares”.

“As pessoas vieram a Amares, desfrutaram dos nossos vinhos verdes, da nossa gastronomia, conheceram um pouco mais das nossas tradições e dos nossos produtos, bem como passaram aqui bons momentos depois de muito tempo de privações”, disse Cidália Abreu.

Concursos de produtos locais (vinho verde, laranja, mel e broa) e de derivados de laranja, exposições de produtos da terra, animais maios, espantalhos e artesanato, folclore, provas gastronómicas foram alguns dos atrativos fizeram parte do programa deste ano, que contou, ainda, com muita animação musical. Zé Amaro, Daniel Fernandes e cantares ao desafio com Malheiro, Naty Vieira e Zé de Braga, Miguel 7 Estacas e Joel Ricardo Santos foram alguns dos desta edição. A Feirinha Crianças, as IV Jornadas dos Citrinos e o Festival de Folclore foram outros dos motivos para uma visita ao certame.

 

Comentários

comentários

Você pode gostar...