Póvoa de Lanhoso promove Semana Municipal para a Igualdade e Não Discriminação

O mês de novembro é sinónimo da realização da Semana Municipal para a Igualdade e Não Discriminação, que a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso vem promovendo há 11 anos. Em 2021, esta Semana realiza-se de 20 a 26 de novembro.

 
Igualdade

O Café Concerto Inclusivo, as Olimpíadas para a Igualdade, Inclusão e Cidadania e o lançamento do projeto “Não fico calad@” são algumas das propostas desta décima primeira edição.

 
 

Esta Semana representa uma oportunidade de reflexão sobre temáticas tão amplas, transversais e atuais como os Direitos Humanos ao logo da vida, a Violência exercida nos variados contextos relacionais e os desafios à verdadeira Igualdade de Oportunidades, para dar alguns exemplos.

Promover a informação e sensibilização para a temática da Igualdade e Não Discriminação, com vista a contribuir para a adoção de comportamentos e atitudes mais conscientes; promover a partilha de experiências de vida; incentivar o desenvolvimento de empatia; e melhorar as condições de mobilidade de toda a comunidade são alguns dos objetivos desta iniciativa, que se destina a um público vasto e diversificado.

 
 

Propostas de 20 a 26 de novembro

O programa apresenta, a 20 de novembro (Dia dos Direitos Internacionais das Crianças) uma atividade de sensibilização no âmbito do Dia Arquidiocesano da Juventude, subordinada às temáticas dos Direitos das Crianças e da Prevenção da Violência no Namoro. Esta iniciativa está marcada para as 12h30, no Parque do Pontido (Vila da Póvoa de Lanhoso), e dirige-se à comunidade juvenil que se encontrará no concelho, nesse dia.

 

A abolição de barreiras arquitetónicas em alguns locais do concelho é a proposta para o dia 22 de novembro. Atingir gradualmente um território livre de barreiras, de modo a que todas as pessoas possam fruir plenamente dos seus direitos, liberdade e mobilidade, sem se depararem com obstáculos que condicionam as suas vidas e quotidiano, é o objetivo.

Nos dias 23 (Dia pelo Fim da Impunidade) e 24 de novembro (Dia Nacional da Cultura Científica), realiza-se mais uma edição das Olimpíadas para a Igualdade, Inclusão e Cidadania #SomosTod@s≠. Pretende-se criar a oportunidade para que os jovens possam experimentar desportos adaptados bem como refletir e valorizar as capacidades e potencialidades de quem vive com algum tipo de limitação. Esta atividade, que decorre no âmbito do projeto IGUALIDADES, realiza-se entre as 10h00 e as 17h00, no Pavilhão 25 de Abril (Vila da Póvoa de Lanhoso).

 

No dia 25 de novembro (Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres), haverá um momento, designado “Como é que eu não percebi que o que ele me fazia não era amor?”, que visa permitir a partilha de um testemunho de uma vítima de violência doméstica. Esta iniciativa está marcada para as 10h00, no Cine Fórum dos Bombeiros Voluntários da Póvoa de Lanhoso. No final, pelas 11h00, realiza-se a marcha solidária para com as vítimas de violência doméstica e femicídios, que sai do Cine Fórum dos Bombeiros Voluntários para percorrer as principais ruas da Vila sede de concelho. No decorrer desta marcha, no âmbito da projeto “Não fico calad@”, serão colocadas caixas para denúncias de Violência no Namoro na EPAVE (11h30) e na Escola Secundária da Póvoa de Lanhoso (11h45). Estas atividades também se realizam no âmbito do projeto IGUALIDADES. 

Por fim, no dia 26 de novembro, realiza-se a sexta edição do Café Concerto Inclusivo, a partir das 20h30, na Quinta Cedro do Ave (Santo Emilião). Ao longo dos anos, este momento tem vindo a ganhar notoriedade e a promover momentos verdadeiramente inclusivos, nos quais os protagonistas são utentes das IPSS´s e estudantes do concelho. O Café Concerto Inclusivo objetiva, para além de proporcionar momentos felizes aos atores e atrizes, desconstruir estereótipos e preconceitos existentes na sociedade e que afetam maioritariamente determinados grupos, considerados vulneráveis. Trata-se de mais uma atividade no âmbito do projeto IGUALIDADES.

Aprovado no âmbito do Aviso Nº POISE ‐ 22‐2020‐03 do Programa Operacional Inclusão Social e Emprego, o projeto IGUALIDADES tem associado um investimento total de 34 999.99€ e conta com um apoio do FSE de 34 151.30€, que corresponde a uma taxa de comparticipação de 100% do valor do investimento elegível

Comentários

comentários

 

Você pode gostar...